Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 01.11.15

Mateus 8.5-13


Introdução

Neste mês nossas reflexões serão a respeito da fé, com base no livro do Pr. Messias, “Pela Fé”.  A fé é um assunto bastante controverso. Muitos acreditam não receberem bênçãos por causa da falta de fé. Muitos, pela fé, exigem coisas de Deus. Assim, que tipo de fé é necessário ter para alcançarmos aquilo que desejamos? Que tipo de fé agrada a Deus? Neste trecho, lemos sobre um centurião que pede em favor de seu criado. Vejamos algumas características sobre este homem:

- Iniciativa: Apresentou-se-lhe um centurião (v 5).
- Humildade: Implorando (v 5).
- Sensibilidade: O meu criado jaz em casa, paralítico, sofrendo (v 6).
- Discernimento: Não sou digno de que entres em minha casa (v 8)
- Respeito: Tenho soldados às minhas ordens (v 9) / Lucas 7.5 – amigo do nosso povo.

1. Uma fé admirável

•Ouvindo isto, admirou-se Jesus;
•Nossa fé em Deus causa admiração nas pessoas? “Este é um pai de fé”, “um homem de fé”;
•É comum provocarmos admiração demonstrando o que temos: carros, casas, roupas, viagens;
•O que causou admiração em Jesus foi a sua fé. Nem mesmo o fato de ele ser amigo do povo;
•Nem mesmo o fato de ter construído uma sinagoga causou admiração em Jesus, mas a sua fé;
•O centurião podia muitas coisas, mas somente sua fé, tocou o coração de Jesus;
•Que nós possamos desenvolver esta fé que causa admiração em Jesus.

2. Uma fé incomparável

•Vos afirmo que nem mesmo em Israel achei fé como esta;
•Quantas pessoas de fé foram encontradas em Israel. Quanta gente importante!
•Para Jesus, esta fé era incomparável. Ele era gentio, romano, não era judeu, mas creu;
•Jesus afirma que muitos judeus não serão salvos. Porém, muitos improváveis, serão;
•É possível que sejamos religiosos, mas sem fé. É possível virmos à igreja e não termos fé;
•Que Deus nos dê esta fé. Não aquela fé rotineira, mas uma fé como a deste centurião.

3. Uma fé que provoca resultados

•Vai-te, e seja feito conforme a tua fé. E naquela mesma hora o servo foi curado;
•Este é o momento onde Jesus honra a fé daquele homem;
•Jesus entendeu o que estava acontecendo. Percebeu quem era e o que estava pedindo;
•Agora aquela fé estava sendo coroada! Que alegria termos nosso pedido atendido;
•A fé em Deus é recompensada. Mas trata-se de um exercício constante;
•Aprendemos a andar, andando; a nadar, nadando; desenvolvemos a fé, praticando;
•Quando estamos aprendendo a andar de bicicleta, caímos. Mas, depois, quando adquirimos o equilíbrio não caímos mais;
•Se os músculos não são exercitados, atrofiam. Assim é a nossa fé.

Conclusão

Para finalizar, o texto também ensina que mesmo diante de todas as virtudes deste centurião, mesmo diante de todas estas afirmações a respeito de sua fé, o poder não era dele, não é nosso. No verso 7 Jesus diz: eu irei curá-lo! Quem cura é Jesus. O poder está em Jesus. E ele espera ver em nós uma fé capaz de mover o seu poder em nosso favor. Vamos romper em fé!

 

 

Rev. Daniel Zemuner Barbosa