Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 03.12.17

Pois eu sei que o meu defensor vive; no fim, ele virá me defender aqui na terra. Mesmo que a minha pele seja toda comida pela doença, ainda neste corpo eu verei a Deus. Eu o verei com os meus olhos; os meus olhos o verão, e ele não será um estranho para mim. E desejo tanto que isso aconteça! (Jó 19.25-27 – NTLH).

Um eloquente testemunho. Em meio à tempestade, podemos continuar rompendo em fé. Foi o que Jó fez. Ainda que passando por grandes tempestades (Jó 1.13-22), ele declarou, no texto que estamos considerando, as suas profundas convicções: Eu sei que o meu defensor vive. Deus não está morto. O meu Redentor vive. Não cremos num Deus que está morto, cremos num Deus que está vivo. Ele tem o controle de todas as coisas. Ele está no trono, o governo está sobre os seus ombros. As rédeas da história estão em suas mãos. Pois todas as coisas foram criadas por ele, e tudo existe por meio dele e para ele. Glória a Deus para sempre! Amém! (Romanos 11.36 - NTLH).

Em meio à tempestade, Jó prosseguiu no seu testemunho: Eu o verei com os meus olhos. Não só cremos no Deus vivo, mas cremos na vida eterna, logo, cremos que veremos o Senhor e com ele estaremos e viveremos para sempre. O apóstolo Paulo afirmou: Quero muito deixar esta vida e estar com Cristo, o que é bem melhor (Filipenses 1.23 - NTLH). Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda (2 Timóteo 4.7-8).

Numa sociedade tão fria, tão indiferente, tão metálica, tão mercantilista, tão materialista, creio que estamos sendo despertados para uma volta para Deus. João, o apóstolo do amor, escreveu: Meus amigos, agora nós somos filhos de Deus, mas ainda não sabemos o que vamos ser. Porém sabemos isto: quando Cristo aparecer, ficaremos parecidos com ele, pois o veremos como ele realmente é (1 João 3.2 - NTLH).

Temos fome e sede de Deus. Este buraco, este vazio dentro do nosso coração só pode ser preenchido por Deus: Assim como o corço deseja as águas do ribeirão, assim também eu quero estar na tua presença, ó Deus! Eu tenho sede de ti, o Deus vivo! Quando poderei ir adorar na tua presença? Por que estou tão triste? Por que estou tão aflito? Eu porei a minha esperança em Deus e ainda o louvarei. Ele é o meu Salvador e o meu Deus (Salmos 42.1-2, 5 - NTLH).

Quando chegou a tempestade que podia gerar no coração de Jó a sensação do fim, ele não jogou a toalha, ele não se deu por vencido. Ele ergueu a cabeça, abriu sua boca e cantou: “Meu Redentor vive, eu vou vê-lo”.

Levante sua cabeça, olhe para Deus, ele é o Deus vivo, o Deus que não dorme, não mente, não falha, o Deus que interfere. Que venham as tempestades, Deus é maior. Vamos louvá-lo! Vamos cantar!

Rev. Messias Anacleto Rosa