Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 16.12.18


Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel (Hebreus 10.23).


Quantas promessas feitas: pelos noivos no dia do casamento, pelos pais quando apresentam seus filhos a Deus no batismo, pelos candidatos políticos nas campanhas eleitorais. Quantas promessas não cumpridas, quantos votos quebrados: Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes.  Melhor é que não votes do que votes e não cumpras (Eclesiastes 5.4-5).

Deus fez promessas e as cumpriu:

Para Sara: Visitou o Senhor a Sara, como lhe dissera, e o Senhor cumpriu o que lhe havia prometido. Sara concebeu e deu à luz um filho a Abraão na sua velhice, no tempo determinado, de que Deus lhe falara (Gênesis 21.1-2).

Para AnaEli, o sacerdote, disse a Ana: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste. Ela concebeu e, passado o devido tempo, teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do Senhor o pedi (1 Samuel 1.17, 20).

Para a esposa de Manoá: Havia um homem de Zorá, da linhagem de Dã, chamado Manoá, cuja mulher era estéril e não tinha filhos.  Apareceu o Anjo do Senhor a esta mulher e lhe disse: Eis que és estéril e nunca tiveste filho; porém conceberás e darás à luz um filho. Depois, deu a mulher à luz um filho e lhe chamou Sansão; o menino cresceu, e o Senhor o abençoou (Juízes 13.2-3, 24).

Deus é fiel, o que ele promete ele leva muito a sério, ele não permite que sua palavra caia por terra: Disse-me o Senhor: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir (Jeremias 1.12). Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu (Josué 21.45). Eis que, já hoje, sigo pelo caminho de todos os da terra; e vós bem sabeis de todo o vosso coração e de toda a vossa alma que nem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o Senhor, vosso Deus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou (Josué 23.14).

Deus não mente: Na esperança da vida eterna que o Deus que não pode mentir prometeu antes dos tempos eternos (Tito 1.2). Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá? (Números 23.19). A mentira não faz parte do caráter de Deus. A mentira é do diabo: Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira (João 8.44). Jesus disse: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (João 14.6).

Quantas são as promessas de Deus? São muitas, são milhares. Agarre-se a elas, não as deixe, guarde-as no coração. Quando estiver orando, coloque sua mão sobre a promessa e diga ao Pai do céu: "O Senhor é bom e fiel. Cumpra em mim como falaste".  Fale como Maria, a mãe de Jesus: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra (Lucas 1.38).

Alegre-se nas promessas do Senhor: Como sou feliz por causa das tuas promessas, tão feliz como alguém que encontra um grande tesouro! (Salmos 119.162 - NTLH). Você sabia que em cada promessa que Deus faz, ele coloca a sua assinatura? Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amém para glória de Deus, por nosso intermédio (2 Coríntios 1.20).

As promessas de Deus não caducam nunca: Cessou perpetuamente a sua graça? Caducou a sua promessa para todas as gerações? (Salmos 77.8).

O banco de Deus nunca faliu. Você pode ficar seguro. Vá ao banco da fé, com o seu cheque assinado pelo banqueiro, e receba as pepitas, as riquezas insondáveis de Deus.

Rev. Messias Anacleto Rosa