Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 02.12.18
 

Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos (Mateus 5.44-45).
 

Lendo na Bíblia o livro de Jó, encontramos várias perguntas que Deus lhe fez. Dentre elas, estas: Acaso, a chuva tem pai? Ou quem gera as gotas do orvalho? (Jó 38.28). Como falar das chuvas, como elas se formam, como elas são dádivas, são bênçãos do Criador. Enchem os rios, renovam a face da terra, regam as plantas, as florestas ganham vida, a natureza bate palmas como expressão de gratidão. Alguns textos das Escrituras Sagradas nos ajudam na reflexão sobre as chuvas: Ele (o Senhor) cobre de nuvens o céu, manda cair chuva na terra e faz crescer grama nas montanhas (Salmos 147.8 - NTLH). Nós não podemos entender as coisas maravilhosas que ele faz, e os seus milagres não têm fim. Deus dá chuva à terra; ele faz a água cair sobre os campos (Jó 5.9-10 - NTLH). Acaso, haverá entre os ídolos dos gentios algum que faça chover? Ou podem os céus de si mesmos dar chuvas? Não és tu somente, ó Senhor, nosso Deus, o que fazes isto? Portanto, em ti esperamos, pois tu fazes todas estas coisas (Jeremias 14.22).

Ele faz vir chuvas. Nos dias de Acabe, rei de Israel, por três anos e meio não choveu na terra de Israel: Então, Elias, o tesbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Tão certo como vive o Senhor, Deus de Israel, perante cuja face estou, nem orvalho nem chuva haverá nestes anos, segundo a minha palavra (1 Reis 17.1). O mesmo profeta Elias que orou a Deus para que não chovesse e por três anos e meio não choveu, agora orou ao Senhor, pedindo chuvas: Então, disse Elias a Acabe: Sobe, come e bebe, porque já se ouve ruído de abundante chuva.  Subiu Acabe a comer e a beber; Elias, porém, subiu ao cimo do Carmelo, e, encurvado para a terra, meteu o rosto entre os joelhos, e disse ao seu moço: Sobe e olha para o lado do mar. Ele subiu, olhou e disse: Não há nada. Então, lhe disse Elias: Volta. E assim por sete vezes.  À sétima vez disse: Eis que se levanta do mar uma nuvem pequena como a palma da mão do homem. Então, disse ele: Sobe e dize a Acabe: Aparelha o teu carro e desce, para que a chuva não te detenha. Dentro em pouco, os céus se enegreceram, com nuvens e vento, e caiu grande chuva. Acabe subiu ao carro e foi para Jezreel (1 Reis 18.41-45).

Um dos textos bíblicos que nos estimula a orarmos a Deus pedindo chuvas é este: Peçam a Deus, o Senhor, que mande as chuvas da primavera, pois é ele quem manda as nuvens e a chuva para fazer com que os campos produzam colheitas para todos (Zacarias 10.1 - NTLH). Podemos pedir ao Senhor na certeza de que ele nos ouvirá e nos atenderá. É ao Deus que faz, que nossas orações devem ser dirigidas. O texto de Zacarias que citamos acima é claríssimo: Peçam a Deus, o Senhor, que mande as chuvas da primavera, pois é ele quem manda as nuvens e a chuva. Repeti parte do texto para estimular o seu coração, encorajá-lo. Peça e Deus o atenderá: E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.  Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei (João 14.13-14).

Você está vivendo um tempo de secura, aridez, deserto? Que bom que ele faz vir chuvas sobre justos e injustos. Deus é generoso! Ele partiu rochas no deserto e das profundezas da terra tirou muita água para o povo beber. Fez com que nascessem fontes na rocha e que água corresse como um rio (Salmos 78.15-16 - NTLH).

Deus pode transformar seus desertos. Ele faz chover.

Rev. Messias Anacleto Rosa