Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 11.08.19


Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros
(Romanos 12.10).
 

Quando nos amamos mutuamente, o resultado natural será vivermos relacionamentos de tal ordem que passemos a nos honrar uns aos outros. Honrar o outro significa tratar o outro com respeito e reverência, tornar o outro digno e devidamente valorizado, reconhecer os feitos e merecimentos de alguém. Isso acontece quando nos vestimos de modéstia, singeleza, discrição e revestimos os outros de estima, consideração e dignidade (1 Co 10.24, 33; 13.5; Fp 2.3-4). Não significa concordar quando o outro está equivocado, mas, mesmo assim, implica em respeito. O ensino bíblico é claro e amplo sobre esse assunto.

Tudo começa em nossa infância com a honra aos pais: Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra (Ef 6.1-3); (leia Êx 20.12; Dt 5.16). O benefício é claro: vida longa sobre a terra.

Em continuação, toda pessoa é estimulada à honra aos mais velhos, como foi escrito: Diante das cãs te levantarás, e honrarás a face do ancião, e temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor (Lv 19.32). Quando aprendermos a honrar as pessoas a quem vemos, aprenderemos a temer a Deus a quem não vemos.

O ensino é ampliado com a honra aos líderes da igreja: Os presbíteros que lideram bem a igreja são dignos de dupla honra, especialmente aqueles cujo trabalho é a pregação e o ensino (1 Tm 5.17 – NVI); (leia Hb 13.7). Jesus havia ensinado que quem recebe um profeta, no caráter de profeta, receberá galardão de profeta (Mt 10.41). Ou seja, quem respeita os dons do Espírito sobre o outro será por eles beneficiado.

A Bíblia também ensina a honra aos superiores no trabalho: Empregados, obedeçam a seus patrões e tenham respeito por eles ... Trabalhem com um sorriso no rosto, tendo sempre em mente que não importa de quem venham as ordens, pois vocês estão servindo a Deus. O bom trabalho resulta em boa retribuição da parte do Senhor, sejam vocês escravos ou livres (Ef 6.5-8 - A Mensagem).

Na esteira de pessoas a honrar, outro importante destaque é a honra às autoridades públicas: Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos (Rm 13.1-2 - NVI). Quem honra as autoridades será por elas honrado (Rm 13.3).

A Bíblia chama a atenção, também, para a importância de honrar o matrimônio (Hb 13.4) para não sermos julgados por Deus; honrar as verdadeiramente viúvas (1 Tm 5.3), assistindo-as; honrar os pequeninos (1 Co 12.23-25), valorizando-os. 

Por fim, e mais importante, resta-nos render honra ao Senhor, não apenas com os lábios, mas de coração (Mt 15.8) e de maneira concreta e prática: o que se compadece do necessitado honra a Deus (Pv 14.31 - NAA); Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares (Pv 3.9-10). O benefício é ser saciado e farto pelo próprio Senhor.

Em Cristo, somos convidados a adotar o estilo de vida de estimar, valorizar e respeitar as outras pessoas. Os benefícios são preciosos. Não há qualidade de vida sem a presença de honra na vida. Procurar a própria honra, não é honra (Pv 25.27). Quer seja no ambiente da família, vizinhança, igreja, trabalho ou na vida civil, prefiram dar honra aos outros mais do que a vocês (Rm 12.10b - NVI).

Rev. Rodolfo Garcia Montosa