Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 24.06.18


Respondeu-lhes Jesus: Podem, acaso, estar tristes os convidados para o casamento, enquanto o noivo está com eles? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo, e nesses dias hão de jejuar (Mateus 9.15).


Desde bem pequenos já escutamos lindas histórias de amor, com príncipes valorosos, grandes heróis que lutam com todas as suas forças e arriscam suas vidas pela sua donzela. Até que um dia, alguém chega a nós com o mais belo relato de amor e de heroísmo de todos os tempos e que nunca será superado por nenhuma outra história.

Passo contar para você agora. Caso já tenha ouvido, sempre é bom recordar. Caso nunca tenha ouvido, chegou o grande dia para você!

Há muito, mas muito tempo atrás, uma família, que morava em um lugar muito, mas muito distante, decidiu buscar uma noiva para seu único filho. A jornada seria longa, bem diferente, diria mesmo inusitada, de grandes perigos e contra cruéis inimigos. O filho, que morava em um local indescritível, com beleza nunca vista e coroado de majestade, usufruindo toda mordomia, partiria para um lugar completamente diferente, onde seria simples, como qualquer outro ser humano, sem qualquer regalia, realeza e poder.

Logo ao chegar, precisou de uma estratégia sagaz para não ser morto pelo rei do local. Para tanto, contou com a ajuda de sua nova família local, como também da ajuda de toda sua família original. Houve um mover nos céus e na Terra para que ele ficasse protegido. Viveu durante alguns anos meio que no anonimato, sem revelar seu real propósito, mas fazendo o bem e manifestando grandes proezas ao redor daqueles que o cercavam.

Depois de certo tempo, ele começou a ficar conhecido por seus grandes atos de bondade e de coisas incomuns, que ele falava e que aconteciam ao seu redor. As grandes multidões, que o seguiam, começaram a enxergá-lo como um possível rei, aquele que traria justiça entre os moradores daquele local. Por isso, ele começou a ser perseguido pelos líderes e poderosos que levantavam falsas acusações contra ele de todos os lados.

Porém, ele em nada se abalou e começou a manifestar o seu desejo de encontrar a sua noiva e a dizer que passaria pela morte para poder salvá-la. A noiva era feia, mortal, efêmera, sem nenhum valor, mas para ele, de incomparável beleza, de inestimável valor. Aos olhos de todos, não valia a pena se doar por ela, o que valia era o poder, o ser rei, assentar no trono, comandar a tudo e a todos. No entanto, o noivo estava inabalável em seu propósito, e mesmo diante da real oferta de receber todos os poderes deste mundo, feita através de seu mais algós inimigo, permaneceu firme. Seus amigos o deixaram, quando perceberam seu fim, mas ele permaneceu. Era por sua noiva, a mais amada, a mais valiosa, a mais linda e perfeita, virgem, sem mácula aos seus olhos. Ele mesmo a prepararia para a festa, ele mesmo a adornaria com vestes mais brancas que a neve, com joias raras e pedras preciosas. Chegou o grande dia, em que ele se entregou, enfrentou torturas, xingamentos, humilhações, traições. Aqueles que antes o seguiam, concordaram com a aplicação da pior morte que havia na época. Suportou tudo com dignidade, com realeza, com honra, sabendo que aquele não era o seu fim, muito pelo contrário, aquele era o início de seu relacionamento com a noiva, que faria parte de sua família, que poderia viver com ele para todo o sempre.

O noivo morreu, mas quando menos se esperava, eis que ele surge imortal, feliz, agora sem inimigo a sua altura, totalmente indestrutível, eterno, o todo-poderoso. E a noiva? Aquela, que acredita em seu noivo, também acredita que passou a fazer parte da família real e está sendo preparada a cada dia para a festa: as bodas. Aquela que está sendo amada, sustentada, suprida em tudo pelo noivo. Aquela que aguarda ansiosamente pelo grande dia.

Jesus é o noivo como nunca existiu antes e jamais existirá. Jesus venceu o nosso pior inimigo, a morte, para nos dar vida e vida plena, na presença dele. Para ganhar este privilégio basta crermos nele e na obra que ele fez por nós. E viveremos felizes para sempre! E viva o noivo!

 

Revª Cibele Ribarolli Pereira Montosa