Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 07.05.17

Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar (Isaías 55.7).

No contato com as pessoas mais diferentes, tenho me deparado com muitas que trazem um forte sentimento de culpa. São pessoas que não se sentem perdoadas. Isso tem desencadeado um processo de angústia, solidão, estresse, insônia, tristeza e tantos outros males físicos e emocionais. Somando a tudo isso ainda há um agravante: a terrível e danosa acusação do diabo: Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus  (Apocalipse 12.10). Não resta nenhuma dúvida: o diabo é o nosso acusador. Lendo o livro de Jó, logo percebemos o modo como o inimigo levanta-se contra ele para acusá-lo diante de Deus.

Mas, alegra-nos saber que há uma solução eficaz, há uma saída por meio da qual podemos alcançar a vitória sobre a culpa: basta que nos voltemos para Deus, pois só nele é possível experimentarmos o perdão. Vejamos como esse perdão se opera:

Ele nos perdoa e esquece.  Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O Senhor não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia (Miqueias 7.18). É maravilhoso saber que Deus joga os nossos pecados no fundo do mar e coloca uma placa dizendo “é proibido pescar”! Deus não se lembra mais dos nossos pecados. Isso é perdão!

Ele perdoa e apaga. Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro (Isaías 43.25). Deus tem uma esponja miraculosa. Onde ele passa, o sangue de Jesus é aplicado, e todo pecado é apagado!

Ele perdoa e purifica. O apóstolo do amor, João, escreveu: Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 João 1.9). Essa purificação não é resultado dos nossos merecimentos, religiosidade, penitências. Não, ela é fruto da graça de Deus que efetua em nós a limpeza completa. A purificação começa no nosso interior, dentro de nós, no nosso coração. A religião em si transforma o homem por fora, a obra redentora de Cristo opera a mudança começando por dentro.

Ele perdoa e nos dá uma nova vida.  Emociono-me quando leio na Bíblia, em João 8.1-11, o modo como a mulher adúltera, pecadora, foi conduzida ao pátio do Templo ao encontro e confronto com Jesus. Pobre mulher! De acordo com a Lei, o seu destino era a dolorosa morte por apedrejamento. Jesus não aprovou seu pecado, suas práticas pecaminosas, mas ofereceu-lhe o seu perdão e lhe deu uma nova vida, uma nova oportunidade, um novo caminho: Vai e não peques mais (João 8.11).

Que Deus nos ajude a experimentar o seu perdão!

Rev. Messias Anacleto Rosa