Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 01.07.18


Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular (Efésios 2.19-20).


Dentre muitas figuras que traduzem nossa identidade como igreja, essa é a que mais gosto: somos da família de Deus. Como sua família, temos seu sangue, sua natureza, feitos à sua imagem e semelhança, contendo seu próprio DNA.  A Bíblia nos traz verdades poderosas a esse respeito.

Nossa posição na família nasce do fato de que somos filhos do Pai: Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! (1 João 3.1a – NVI). Leia também João 1.12.

Foi o próprio Pai que enviou seu Espírito, por meio de quem somos convidados a chamá-lo de papai (Aba Pai): E, porque vocês são filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho ao coração de vocês, e ele clama: "Aba, Pai" (Gálatas 4.6). Leia também Romanos 8.15.

Como filhos, somos submetidos à disciplina do Pai: Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Ora, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos. Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos! Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade (Hebreus 12.7-10 – NVI).

Como família, somos chamados para viver em unidade: Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele (1 Coríntios 12.26 – NVI).

E porque somos de sua família, somos herdeiros do Pai: Assim, você já não é mais escravo, mas filho; e, por ser filho, Deus também o tornou herdeiro (Gálatas 4.7 – NVI). Se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e coerdeiros com Cristo (Romanos 8.17).

Essa posição não é transitória, mas somos da família para sempre: O escravo não tem lugar permanente na família, mas o filho pertence a ela para sempre (João 8.35 – NVI).

Ao completarmos oitenta anos, grande é o privilégio de sermos parte da família maravilhosa de Deus. Vamos, pois, continuar essa linda caminhada como família que, junta, anda, se assenta, conversa, come, ri, chora, sonha e tem grandes conquistas.

Rev. Rodolfo Garcia Montosa