Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 26.11.17

 A vós outros vos é dado conhecer o mistério do reino de Deus (Marcos 4.11).
 

Quando Jesus gritou que tudo está consumado, referiu-se também ao reino de Deus que já foi implantado no coração do cristão e ainda será implantado, por completo, em tudo ao nosso redor quando chegar o grande dia do Senhor. O reino de Deus é tema central em toda a Bíblia, em especial no ministério de Jesus (Lc 4.43). Por onde ele caminhava, proclamava o reino de Deus (Mt 4.17, 23; 9.35; Lc 9.11), tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: Rei dos Reis e Senhor dos Senhores (Ap 19.16).

Todo reino tem um rei. No reino de Deus é Jesus, o rei dos reis: nos céus, estabeleceu o SENHOR o seu trono, e o seu reino domina sobre tudo (Sl 103.19). Ele está entronizado acima dos querubins e mostra esplendor (Sl 80.1).

Todo reino tem um território. No reino de Deus está nos céus, na terra e nos corações: Seu trono está nas alturas (Sl 113.5) e também é o Rei de toda a terra (Sl 47.7). É ele quem governa as nações (Sl 22.28) e, de maneira impressionante, o reino de Deus está dentro de vós (Lc 17.21), ou seja, dentro dos corações que nasceram de novo, da água e do Espírito (Jo 3.5), que receberam a semente da palavra de Deus (Mt 13.23), que não confiaram nas riquezas (Lc 18.24, 25), mas se arrependeram e creram (Mc 1.15) e se converteram na pureza como de uma criança (Mt 18.3).

Todo reino tem um povo. No reino de Deus é sua igreja: Não temais, ó pequenino rebanho; porque vosso Pai se agradou em dar-vos o seu reino (Lc 12.32); vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus (1 Pe 2.9).

Todo reino tem um exército. No reino de Deus é o poderoso exército celestial: Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. Orou Eliseu e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos para que veja. O SENHOR abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu (2 Rs 6.16-17). Não há como resistir à sua legião de anjos (Sl 78.49; Mt 26.53). Como é bom saber que ele dá ordens a seus anjos a nosso respeito, o povo do reino (Sl 91.11).

Todo reino tem Constituição. No reino de Deus é a Bíblia, a Carta Magna, onde encontramos todos os nossos direitos e deveres, inspiração e direção para a vida no reino. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra (2 Tm 3.16-17). 

Todo reino tem embaixadores. No reino de Deus somos nós: pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo (Ef 6.20); de sorte que somos embaixadores em nome de Cristo (2 Co 5.20).

Todo reino tem príncipe e princesa. No do reino de Deus é Jesus e sua noiva, todos os que são por ele salvos. Jesus deu sua própria vida para conquistar sua noiva. Por isso, Deus, com a sua destra, o exaltou a Príncipe e Salvador (At 5.31). Mais do que simplesmente povo, fomos considerados a noiva do Cordeiro (Ap 21.9; 22.17) constituídos para reinar com ele na eternidade (Ap 5.10).

Quanto mais falarmos a respeito da realidade do reino de Deus, mais nosso coração se encherá de esperança e transbordará de alegria. Por isso, busque o reino (Mt 6.33), entre no reino (Jo 3.3, 5), viva o reino (Mc 10.14)! 

Rev. Rodolfo Garcia Montosa