Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 14.04.19


Porém o meu servo Calebe, visto que nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o farei entrar a terra que espiou, e a sua descendência a possuirá (Números 14.24).
 

A Bíblia Sagrada nos relata histórias preciosas de homens e mulheres que foram verdadeiros heróis e heroínas na fé, que muito têm a nos ensinar na caminhada cristã. Calebe é um desses personagens. Quando Israel, por meio de Moisés, em obediência à ordem do Senhor, enviou doze espias à terra de Canaã para se preparar para conquistá-la, recebeu depois de quarenta dias um relatório nada animador de dez dos doze homens que foram enviados: O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades, mui grandes e fortificadas; também vimos ali os filhos de Anaque (Números 13.2, 28). Apesar dos espias terem visto muitas coisas boas na terra, pois dela manava leite, mel e frutos com muita abundância, foram tomados pelo medo e impedidos de prosseguir, e ainda inflamaram toda a congregação para murmurar contra Deus.

Mas em Calebe houve outro espírito. Ele viu os mesmos desafios que os outros espias viram, mas dentro dele havia a certeza de que o tempo da conquista havia chegado: Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela (Números 13.30), e, juntamente, com Josué demonstraram sua fé inabalável naquele que lhes daria a vitória: Se o Senhor se agradar de nós, então, nos fará entrar nessa terra e no-la dará, terra que mana leite e mel (Números 14.8).

Aos oitenta e cinco anos, passados quarenta e cinco anos dessa conquista, Calebe pediu a terra de Hebrom a Josué, mesmo havendo ali os gigantes anaquins, e ele a possuiu com o mesmo vigor e com a mesma força que o Senhor lhe havia concedido (Josué 14.6-15).

Sejam quais forem os desafios que temos diante de nós, por intermédio da obra redentora de Jesus Cristo na cruz do Calvário e sua ascensão aos céus, recebemos do mesmo Espírito de ousadia que estava sobre Calebe e sobre Cristo. Pr. Admilson Rafael,  comenta: “Muitos de nós pecamos ao limitar o poder de Deus, nós O formatamos e colocamos dentro de um pensamento restrito de atuação, esquecendo de que sem fé é impossível agradar a Deus”.

Deus está levantando homens e mulheres com esse outro espírito nestes dias, para juntos fazerem a convocação: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela, porque é tempo de conquistas.

Rev. Pedro Leal Junior