Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 20.12.15

Mateus 2.1-12


No mês de dezembro falamos sobre os sonhos de Deus. Vimos algumas histórias de sonhos na Bíblia: José no Egito, José esposo de Maria e hoje o sonho dos magos. Deus intervém na história de seu povo por meio dos sonhos. Vamos sonhar!

- Tendo Jesus nascido... Em dias do rei Herodes (v 1). Dois personagens, duas realidades diferentes. Jesus, o Rei, veio para dar vida, trazer luz aos que andavam em trevas. Herodes Magno, o grande, assassino, tirano e criminoso. Matou sua mulher, filhos, parentes, líderes e conquistou a cidade de Jerusalém, causando dentro dela um banho de sangue (Rienecker).

- Eis que vieram uns magos do Oriente (v 1). Membros de uma distinta classe de eruditos babilônicos estudavam ciências naturais, sobretudo a astronomia. Alguns comentaristas afirmam que eram astrólogos. Conselheiros do rei e pertenciam à nobreza do país. Lutero traduziu por sábios.

- Porque vimos a sua estrela (v 2). Os magos observaram uma estrela diferente no céu: a estrela que apontava para o Rei dos judeus. A estrela os levou a Jerusalém, depois a Belém e, por fim, onde estava o menino. Naquele momento, a estrela apontou o caminho para os magos.

- Viemos para adorá-lo (v 2). προσκυνῆσαι (proskunēsai), no grego essa palavra significa ajoelhar-se e tocar com a testa na terra. Uma atitude de sujeição a uma pessoa honrada. Os magos sabiam exatamente para que vieram.

- Os magos foram advertidos por meio de um sonho para não voltarem à presença de Herodes. Deus intervém na história de seu povo para salvar o menino. Vamos sonhar!


1.Sonhar com o Rei

- Os magos sonharam acordados (planos, desejos), sonharam com a verdade, sonharam encontar o Rei dos judeus. Isso marcou a viagem de ida para Jerusalém (v 1). (Sonhar, definição: ver em sonho; ter pesadelo; fig.entregar-se a fantasias e devaneios; desejar algo com insistência, almejar, imaginar).

- Os magos perguntaram sobre o recém-nascido Rei dos Judeus (v 2), sabiam qual o significado da aparição daquela estrela.

- Os magos partiram em direção a Belém, foram em busca da realização do sonho, do desejo intenso de ver o Rei (v 9) e chegaram onde estava o menino. O resultado desse encontro é marcado por grande e intenso júbilo (v 10). O sonho realizado traz alegria.

- E gera atitudes: Os magos se prostraram e adoraram abrindo seus tesouros e entregando suas ofertas: ouro (por ser ele o Rei), incenso (oferecido pelo fato de ser ele o Deus a ser adorado) e mirra (ao Redentor, pelo fato de um dia ter que provar a cruz) (11).

- Herodes e toda a Jerusalém não sonhavam com o Rei. Ficaram alarmados (assustados, com medo, perturbados, incomodados, aflitos).

- Herodes pergunta aos principais sacerdotes e escribas do povo onde o Cristo deveria nascer (v 4). Ele não sonhava em conhecer o Rei, seu interesse era apenas pelo local: onde.

- Herodes fala em secreto aos magos, quer saber o tempo que a estrela apareceu, os enviou e pediu que o avisassem quando o menino fosse encontrado.

- Quem não sonha com o Rei não vive a alegria, o júbilo, não se entrega em adoração.

- Vamos sonhar com o Rei!

- Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo (Isaías 9.6-7).

- Talvez, hoje, você tenha que fazer a viagem de ida ao encontro ou reencontro do Rei. Deixe que o Príncipe da Paz aumente o seu governo sobre sua vida, sua família, seus sonhos, seu caminho.

- Vamos sonhar!


2.Sonhar com o caminho de Deus

- A viagem de volta. Os magos tinham que voltar depois de experimentar a alegria, o júbilo e adoração. Herodes tinha feito um pedido a eles: que o avisassem quando encontrassem o menino (v 9).

- Antes de fazerem a viagem de volta, dormiram e sonharam: ὄναρ (onar). Deus intervém na história. Os magos foram prevenidos em sonhos, não se sabe quantos eram, mas no mínimo dois. Tiveram o mesmo sonho. Uma confirmação para eles. 

- Sonho que livra do caminho da morte. Uma divina advertência dada aos magos: não voltarem à presença de Herodes (v 12). Herodes fingiu para eles ao dizer que também iria adorá-lo (v 8). Sua intenção de matar o menino era tão real que apareceu um anjo do Senhor a José, em sonho, orientando que fugisse para o Egito com o menino e sua mãe (v 13).

- Quando Herodes percebeu que fora iludido pelos magos, enfureceu-se e mandou matar todos os meninos de Belém e de todos os seus arredores, de dois anos para baixo, conforme o tempo do qual com precisão se informara dos magos (v 16). Os magos foram livres do caminho que levaria à morte Jesus.

- Sonhar com o caminho de Deus nos livra do caminho da morte. Em que caminho você tem andado? O seu caminho tem levado à morte espiritual? Emocional? Física?

- Sonho que leva ao caminho da vida. Depois de ver o Rei, experimentaram a vida com Deus. Por divina advertância (v 12), Deus orienta os magos. Cai a barreira de separação: Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Não há outro caminho que leve à vida e vida em abundância.

- Regressaram por outro caminho a sua terra (v 12). Regresse, volte ao caminho da vida! Volte para sua terra, que tem um Rei, um Senhor e Salvador: Jesus Cristo.

- Vamos sonhar com o caminho de Deus!

- Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos (Isaías 55.9).

- Vamos sonhar!


Conclusão

- Os magos sonharam em conhecer Cristo, e conheceram. Conheceram e o adoraram. Adoraram e sonharam o sonho de Deus.

- Vamos sonhar! Sonhar com Deus e sonhar os sonhos de Deus.

Revª Maria Helena Santos Faleiros