Conteúdo e Mídia

Notícias

Encurtando a distância de nossos irmãos no Oriente Médio

Assista ao vídeo do DIP aqui.

A Missão Portas Abertas realiza, desde 1988, no Brasil, o DIP - Domingo da Igreja Perseguida. O evento idealizado pelo irmão André, fundador da Missão, é um dia de intercessão pelos cristãos perseguidos ao redor do mundo. Estima-se que, atualmente, 100 milhões de cristãos enfrentam algum tipo de hostilidade por causa da sua fé em Jesus.

O Domingo da Igreja Perseguida tem como objetivo conscientizar a igreja brasileira a respeito da perseguição religiosa. Neste ano, o DIP é no dia 22 de maio. E o desafio da Missão Portas Abertas é que nos juntemos a outros irmãos e irmãs na fé em nosso país para interceder em especial pelos cristãos do Iraque e da Síria, pedindo a Deus que os fortaleça para que perseverem e permaneçam firmes na fé em Jesus.

Relato da Missão Portas Abertas sobre a situação no Iraque e na Síria

Há pouco mais de um ano, o mundo inteiro voltou sua atenção para o Iraque e a Síria por causa da rápida e violenta atuação do grupo extremista autoproclamado Estado Islâmico (EI). A dificuldade nos países é grande por causa do cenário de guerra – há 4 anos a Síria é palco de uma guerra civil. Milhares de pessoas foram forçadas a fugir, a situação dos cristãos tem se agravado e agora, em toda região, milhares temem por suas vidas. O avanço contínuo do EI aumenta o clamor de líderes das igrejas locais pelo nosso apoio.

Desde 1994, a Missão Portas Abertas atua na região, lutando para manter esses corajosos irmãos vivos. E, hoje, o trabalho é ainda mais urgente e intenso. A realidade no Iraque e Síria é de medo, destruição e até de morte. Mas há também esperança e amor. Deus está agindo naquele lugar. Igrejas agora são o lar para milhares de cristãos refugiados nesses países. O Espírito Santo também tem usado isso para alcançar o coração dos muçulmanos. Ao visitar as tendas de pessoas que tenham sofrido com a perda e cuja fé não fornece nenhuma resposta, os cristãos podem testemunhar poderosamente de Jesus, e compartilhar a esperança que há no amor de Cristo.

A Missão Portas Abertas está trabalhando com igrejas locais para servir cristãos refugiados, a fim de que a igreja de Cristo continue viva na região. O desafio é atender as necessidades espirituais e também as físicas.

Por meio das igrejas locais é oferecido treinamento, aconselhamento, acompanhamento psicológico e espiritual para líderes e cristãos refugiados, e apoio emergencial para cerca de 19 mil famílias, com distribuição de cestas básicas, itens de higiene pessoal, colchões, cobertores e literatura cristã. A Missão Portas Abertas agradece os irmãos e irmãs por suas orações e apoio às famílias de Bagdá, Erbil, Dohuk, Aleppo, Homs e de muitas outras cidades do Oriente Médio.

Fonte: portasabertas.org.br