Conteúdo e Mídia

Notícias

"Parte da minha história", relata Adalgisa Beraldo. Confira seu bonito testemunho.

Aquele que teme a Deus será abençoado na sua família e na sua posteridade (Salmos 128).

Esta data, 10 de julho, é muito importante para mim e para minha família. No começo do ano de 1938, chegavam em Londrina duas famílias das quais faço parte: meus avós e tios da família Casoni, e meus pais da família Beraldo. Juntaram-se com meu tio Domingos Casoni e com outras famílias que aqui já residiam para a propagação do evangelho em nossa cidade, e também para participar dos encontros que eram feitos nas casas.

Depois de conseguirem a construção de um pequeno templo de madeira na Rua Mato Grosso, 806, no dia 10 de julho, foi realizado o culto de organização da Igreja Presbiteriana Independente de Londrina. Pela graça de Deus, meu avô, Jorge Casoni, foi recebido como presbítero por transferência e meu pai, Joaquim Beraldo como diácono, juntamente, com meu tio Domingos Casoni. Nesse mesmo culto, minha irmã Nadir Beraldo foi batizada.

Sinto-me honrada e louvo a Deus pela história da minha família, fazendo parte desse início. Faço parte da nossa igreja desde que nasci, há 72 anos. Morávamos na Rua Goiás, onde fazia fundos com a igreja, o que facilitava o nosso acesso. Eu sempre digo que nasci nos fundos da igreja.

Com a chegada do Rev. Jonas, meu pai passou a fazer companhia a ele na pregação do evangelho, indo a cavalo pela região e até o estado de São Paulo. Acompanhamos também a construção do novo templo, inaugurado em 1952. Estou na foto. Em 1963, casei-me nesse templo com a bênção do Rev. Jonas, que também batizou meus três filhos. Grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres (Salmos 126.3).

Hoje, com cinco netos, tenho o privilégio muito grande de estar participando das atividades da igreja. Sou líder de célula há mais de dez anos. Meu marido canta no coral. Minha filha e minha neta também são líderes de células. Meu neto Pedro Emílio toca bateria na Vila Esperança. Minhas netas colaboram na Área de Apoio Infantil. Tudo isso é muito gratificante e louvo a Deus em poder dar continuidade àquilo que meus antepassados iniciaram; e vendo cumprir em minha família o Salmo 128.

Toda honra e toda glória sejam dadas a Deus, pois: O meu pé está firme em terreno plano; nas congregações, bendirei o Senhor (Salmos 26.12).

Adalgisa Beraldo de Mello