Conteúdo e Mídia

Notícias

“Jesus Cristo faz coxo andar, mudo falar e cego ver. Eu estava cego e agora vejo que Jesus é Deus.” (Lázaro Conte).

Sempre tive temor de Deus, fazia minhas orações e reconhecia a existência de Deus e Jesus, mas para mim Deus era o Grande Arquiteto do Universo e Jesus seu Filho, sua criação e ponto.

Mas Jesus Cristo é misericordioso, compassivo, bondoso, e comigo não foi diferente. Tenho o privilégio de ser amigo e agora irmão em Cristo de um homem chamado Giuliano Campos. A presença de Cristo na vida desse irmão o transformou de tal maneira que causou grande impacto na minha vida, o que proporcionou muitas conversas profícuas e edificantes, e em uma delas fui convidado a visitar uma célula de sua liderança.

A princípio fiquei relutante quanto ao convite, mas ele foi perseverante em convidar outras vezes.  Ele convidava e eu compartilhava o convite com minha esposa. Dizia eu: “Sabe quem nos convidou para uma célula?” Respondia minha esposa: “Giuliano!” E ríamos juntos.

No início de 2018 recebemos, novamente, um convite do Giuliano. Nosso propósito era assistir uma célula, agradecer e elogiar o Giuliano por suas mudanças e nunca mais voltar.

No entanto, não foi esse o plano de Cristo. Quando começou o tempo de louvor na célula, e houve o louvor das crianças, eu pude ver meu filho de 6 anos cantando e dançando com outras crianças. Então, meu coração se quebrantou. Lembro-me de, no carro, compartilhar esse sentimento com minha esposa e ela sentiu a mesma coisa. Isso nos levou a estarmos presentes na outra semana, e na próxima, e na próxima... Mas ainda me lembro bem dessa célula e do tema da edificação que estava a cargo do pastor Leandro, onde ele falou dos heróis da fé e a necessidade da perseverança.

Em seguida, passamos a congregar no Espaço Esperança e a participar mais ativamente da igreja. O primeiro evento promovido pela IPI que participamos foi o Kyrios de 2018 que contou com a presença do irmão Asaph Borba. O testemunho de vida desse irmão me impactou de tal forma que, naquela manhã, me converti ao Senhor Jesus Cristo, reconhecendo-o como Único e suficiente Deus. Daquela data em diante passei a caminhar com Cristo, alimentando minha fé, e perseverando como fizeram os heróis da fé.

Então se iniciou o processo de transformação pelo qual ainda estou passando. Cristo quebrou paradigmas e modificou minha visão da relação homem e Deus.

Jesus Cristo faz coxo andar, mudo falar e cego ver. Eu estava cego e agora vejo que Jesus é Deus.

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos.


Lázaro Neto Diniz Conte