Conteúdo e Mídia

Notícias

Neste período de pandemia, o Instituto Esperança segue no acompanhamento das famílias. Nossas atividades regulares como cursos e atendimentos psicológicos presenciais estão suspensas, porém, o atendimento social continua.

O Centro de Aconselhamento e Ajuda (CAA), com seus voluntários, está oferecendo acolhimento e atendimento psicológico para a equipe do Hospital Evangélico, com necessidades específicas nessa área, pelo momento mais crítico na área da saúde - “Cuidando de quem cuida”. Seguimos, também, com alguns atendimentos on-line de casos que estavam em andamento, bem como, damos suporte para novos casos, que se apresentam imprescindíveis de atendimento.

A Campanha Oferta de Amor tem sido uma bênção! Os irmãos e irmãs estão participando e realizando suas doações em alimentos, itens de higiene e também em espécie. Graças a esse movimento da Igreja, o Instituo Esperança tem atendido um número maior de pessoas do que as que já atendemos regularmente. Além das famílias da nossa igreja, temos, com a graça de Deus, atendido outras famílias em situação de vulnerabilidade.

Temos ofertado cestas de alimentos, medicamentos, pagamento de contas. Todas as atenções e doações são triadas e acompanhadas pelo serviço social do Instituto.

Além do atendimento com alimentos e contas, o Instituto Esperança realiza o cadastro e acompanhamento do “Auxílio Emergencial” do Governo Federal; consulta andamento de análise e, caso seja negado, qual o motivo. Consulta e orienta os atendidos sobre o “Programa Comida Boa” do governo estadual. 

Ainda em função da pandemia e a regulamentação do distanciamento social, o INSS está com seu atendimento presencial suspenso, por isso, nós prestamos suporte aos beneficiários na consulta de processos, cumprimento de exigências, prorrogação de prazos e orientações sobre benefícios assistenciais.

Esse movimento do corpo de Cristo tem sido uma grata experiência para cada funcionário, voluntário e obreiro envolvido. Certamente, somos gratos por tudo que o Senhor tem proporcionado para a sua Igreja.


Joyce Lustri
Assistente Social e Coordenadora do Instituto Esperança