Conteúdo e Mídia

Notícias

Quem conhece a missionária Bugra já deve ter ouvido a frase: “Deus bateu o ponto dele ao vivo e a cores”. E foi o que aconteceu nos dias 18 e 19 de março em nossa Igreja.

A programação começou no sábado de manhã, com uma ministração para integrantes da Capelania Hospitalar que atuam no Hospital Evangélico de Londrina. Ao final, a equipe fez uma homenagem para a Bugra, que ministrou o primeiro curso de Capelania, em 2013, dando o passo inicial para esse trabalho em nossa igreja.

No período da tarde foi a vez do Ministério de Ação Social e Diaconia ouvir a missionária. E a maratona não parou por aí! No sábado à noite a Bugra teve um tempo com a juventude da Igreja, quando pôde compartilhar um pouco do seu ministério. No domingo a missionária pregou nos cultos das 10h e das 19h. Ela compartilhou o testemunho da época em que começou a conviver com os hippies na Praça XV de Novembro, em Florianópolis, na década de 80, e os frutos desse ministério.

A marca na caminhada da missionária Bugra tem sido o amor. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor (1 Coríntios 13.1).

Confira as fotos aqui.