Conteúdo e Mídia

Notícias

Vi Deus bater o ponto dele ao vivo e a cores!

Foi um ano de muitos desafios, onde vi o agir do nosso Deus. Neste relatório deixo minha palavra de agradecimento a Deus pelo privilégio de proclamar sua palavra e seu grande amor. Vi Deus bater o ponto dele ao vivo e a cores!

Sou uma das fundadoras deste ministério com os excluídos da grande Florianópolis.

Nossa atuação: Na prevenção de drogas e alcoolismo no meio escolar; tratamento em meio aberto com dependentes químicos e familiares; encaminhamento para comunidades terapêuticas, quando necessário; atendimento a pessoas em situação de rua juntamente com a mesa diaconal da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (IPIB) do Estreito; Capelania Hospitalar no Hospital Nereu Ramos, especializado em doenças infectocontagiosas, que recebe pacientes de todo o estado de Santa Catarina. Nosso ministério completou 26 anos de existência no dia 18 de abril. Glória a Deus!

Hospital Nereu Ramos
Sou a coordenadora da equipe de voluntários do Projeto Siloé que atua na visitação no HNR. Nossa equipe este ano realizou três encontros de celebração: Páscoa, Dia das Mães e Natal. Doamos roupas, kits de higiene pessoal, pagamos pensões, doamos cestas básicas, entre outros.

Neste ano mais de 40 pacientes entregaram a vida a Jesus, cerca de 150 pessoas declararam sentir o amor de Deus por sua vida. Foi um ano muito produtivo, onde Deus foi exaltado!

Viagens missionárias
Fiz 30 viagens missionárias. Estive em vários estados brasileiros: Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e outras cidades de Santa Catarina. Falei a irmãos e irmãs de várias denominações e agências missionárias.

Foi um ano de muito sofrimento e de crise para o povo brasileiro; sobrevivemos com a graça de Deus! Mas confesso que se não fosse pelo apoio, as orações e o companheirismo de vários irmãos, irmãs e da igreja de Cristo, não teríamos visto tantos milagres. Vidas foram libertas e transformadas, pacientes foram consolados e amados. Não posso esquecer das 40 crianças que são protegidas na África pela nossa missionária Bete, crianças que precisam de proteção dos traficantes de drogas.

Um ano de 2018 cheio de oportunidades para mostrarmos o amor de Jesus!

Nídia Mafra (Bugra)