Conteúdo e Mídia

Notícias

Como foi bom voltar para Deus! Como é bom voltar para a célula!

A graça e a paz aos irmãos,

Tenho grande alegria em escrever para a igreja, testemunhando uma história de vida. Desde que me casei nesta igreja, em 1990, comecei a frequentar os cultos. Em 1992 tive o privilégio de ser batizada, me tornando membro da igreja, no mesmo dia que meu primeiro filho, então com 3 meses de idade, foi apresentado à igreja. E assim no nascimento do meu segundo filho e do batismo do meu marido, frequentávamos a igreja em família. Que alegria! A graça e o amor de Deus nos alcançaram. Mais tarde passamos a frequentar uma célula e foi bastante significativo para nós, o envolvimento de cada um com os outros membros. Depois de alguns anos, outros compromissos e afazeres nos fizeram deixar de participar da célula. Os meninos adolescentes já não tinham mais espaço na escola dominical, e acreditávamos que estávamos firmes, indo aos cultos aos domingos, mas nem todos. Não percebemos que a luz estava se apagando lentamente, até que uma crise dentro da nossa casa foi maior que a igreja em nós. Nos vimos num abismo profundo. E em clamores e orações, percebemos o quanto tínhamos nos afastado do Senhor. Tínhamos nos afastado do corpo de Cristo. Como foi bom voltar para Deus! Como é bom voltar para a célula! Hoje estamos unidos em Cristo e por intermédio da célula temos apoio nas orações, temos identidade na linguagem, temos amigos reais. Temos unidade. Estamos crescendo a cada dia em amor e com a graça de Cristo sobre nós na célula. Temos sido edificados e hoje podemos dizer que a fé é maior, que Jesus é Senhor e Salvador das nossas vidas! Agradeço ao meu líder Wilson Vieira e ao superintendente Ilson Lima Jr por caminharmos juntos.

Claudia e Grego