Conteúdo e Mídia

Notícias

"Ela está ainda com dificuldades motoras, mas continua avançando. Nessa fase é tudo um pouco mais lento, mas Deus tem nos amparado e nos mantido confiantes".

Em setembro do ano passado nossa missionária Nídia Mafra (Bugra) foi submetida a uma cirurgia na cabeça, em decorrência de um aneurisma. Desde então sua recuperação tem sido lenta e gradual. Ela está sob os cuidados da filha Tamara, que mora em Pomerode/SC. Tamara tem enviado, constantemente, notícias de sua mãe pelas redes sociais.

O diretor do Projeto Siloé, Gilson Batista (junto com alguns irmãos e irmãs) visitou a missionária e fez o seguinte relato:

“Na quarta-feira dei um abraço de urso na Bugrinha. Meu coração apertou diante do sorriso que ela deu ao ver a gente. Foi bom demais! Que saudade que eu estava dela! É muito ruim caminhar sem a companhia dela. São mais de 20 anos de amizade, cuidado, conselhos, preocupações, risos, alegria etc. Vimos e continuamos a ver a ação do nosso Deus na vida de tantas pessoas e na nossa principalmente. Caminhar com a Bugra é leve, prazeroso, fantástico, massa mesmo. Ontem dei um abraço daqueles que há tempos não dava. Ela continua encantando mesmo, às vezes, parecendo distante. Vi seu olhar correr na direção de todos nós: de mim, da Lúcia, Bela, Alex, atenta a tudo, até que o cansaço tomou conta do seu corpo ainda frágil, mas, sem dúvida, cheio da presença de Deus. Não sei o que Deus tem pra nós como companheiros de batalha. Nunca a vi deixar ninguém pelo caminho e tampouco fui preparado pra fazer isso. Jamais vi a Bugrinha desfazer de ninguém. Sempre grande e, ao mesmo tempo, frágil diante da dor do outro. Demorei a falar sobre a Bugra, não tinha e acho que não consigo em palavras dizer o que sinto, mas meu coração é muito grato a Deus por poder conviver com uma serva, uma mulher de Deus como poucas. Penso que ainda não acabou, tenho esperanças de que um dia vamos novamente fazer nossas viagens, trocar ideias, fazer planos e chorar juntos. Não acabou. Deus colocou uma vírgula. Deus é maluco! Prega cada peça na gente! Mas, ao mesmo tempo, é o nosso suporte e entende nossa loucura. Amo esse Deus.”

As últimas notícias divulgadas pela Tamara foram no dia 9 de março:

“Ontem foi dia internacional da mulher e não há como não mencionar a mulher da minha vida, que me gerou em seu ventre e me conduziu até Cristo, fazendo um belo parto. A Bugra, com certeza, é uma dessas mulheres que vale a pena conhecer e é um privilégio conviver com ela. É uma referência em toda a minha caminhada como mulher, como mãe, como filha, como esposa, como serva de Deus. Àqueles que aguardam por notícias: ela está ainda com dificuldades motoras, mas continua avançando. Nessa fase é tudo um pouco mais lento, mas Deus tem nos amparado e nos mantido confiantes. Ela tem ainda crises convulsivas, mas cada vez mais espaçadas e breves. No dia 22 de março teremos retorno com o neurologista. Orem pela viagem e por novas possibilidades no tratamento. Obrigada a todos que enviaram ofertas, que têm orado por nós e pelas visitas nessa terra estranha pra ela...”