Conteúdo e Mídia

Mensagens

Em novembro estamos refletindo em nossos cultos, aos sábados, domingos e nas Tardes de Esperança, às terças-feiras, sobre o tema Esconderijo. As mensagens têm como base as reflexões do livro de fim de ano do Pr. Messias Anacleto Rosa.

Escondido por Deus. Então, disseram os príncipes a Baruque: Vai, esconde-te, tu e Jeremias; ninguém saiba onde estais. Antes, deu ordem o rei [...] que prendessem a Baruque, o escrivão, e a Jeremias, o profeta; mas o Senhor os havia escondido (Jeremias 36.19, 26).  O profeta Jeremias recebeu de Deus a seguinte ordem: Toma um rolo, um livro, e escreve nele todas as palavras que te falei contra Israel, contra Judá e contra todas as nações, desde o dia em que te falei, desde os dias de Josias até hoje  (Jeremias 36.2). O profeta, para cumprir a ordem, convocou um eficiente escrivão, um digitador: Então, Jeremias chamou a Baruque, filho de Nerias; escreveu Baruque no rolo, segundo o que ditou Jeremias, todas as palavras que a este o Senhor havia revelado (Jeremias 36.4). A mensagem ditada por Jeremias e copiada por Baruque foi lida para todo o povo na Casa do Senhor, no dia do jejum. Jeremias estava impedido de fazer a leitura pública, ele estava preso: Estou encarcerado; não posso entrar na Casa do Senhor (Jeremias 36.5). Baruque fez a leitura do rolo: Baruque leu a todo o povo as palavras de Jeremias escritas no rolo (Jeremias 36.10 – NVI). (continua – Cap. 3*)

Deus esconde a nossa casa. Mas os visitantes pegaram Ló, e o puxaram para dentro da casa, e fecharam a porta. Em seguida eles fizeram que os homens, tanto os moços como os velhos, que estavam do lado de fora, ficassem cegos; e assim não conseguiram encontrar a porta (Gênesis 19.10-11 – NTLH). A casa de Ló era alvo de orações. A oração é um escudo. É nosso dever orar pelos nossos familiares, nossos irmãos em Cristo, os cristãos perseguidos, os enfermos, órfãos, encarcerados, pobres, estrangeiros, viúvas, refugiados. Pela nação, pelos missionários e pelas autoridades constituídas: Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito.  Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador (1 Timóteo 2.1-3). (continua – Cap. 6*)

Escondidos no sangue. O sangue será um sinal para indicar as casas em que vocês se encontram. Quando eu vir o sangue, passarei por vocês, e não haverá entre vocês praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito. Porque o Senhor passará para matar os egípcios. Quando, porém, enxergar o sangue na viga superior da porta e em ambas as ombreiras, o Senhor passará por cima da porta e não permitirá que o Destruidor entre na casa de vocês para matá-los (Êxodo 12.13, 23 – NAA). O clima reinante naquela noite era um misto de alegria para alguns e tristeza para outros. Foi uma noite histórica para um povo que foi escravo naquele país por quatrocentos e trinta anos. Esse povo estava saindo para caminhar em direção à terra da promessa. Daí a sua alegria. Tristeza para os que ficaram porque estavam enfrentando a morte de todos os filhos primogênitos. E foi assim: Aconteceu que, à meia-noite, o Senhor matou todos os primogênitos na terra do Egito, desde o primogênito de Faraó, que se assentava no seu trono, até o primogênito do prisioneiro que estava na cadeia, e todos os primogênitos dos animais. Faraó levantou-se de noite, ele, todos os seus oficiais e todos os egípcios; e houve grande clamor no Egito, pois não havia casa em que não houvesse um morto (Êxodo 12.29-30 - NAA). (continua – Cap. 20*)

Nosso desejo é que você encontre no Senhor o seu mais alto refúgio e fortaleza. Ele é o esconderijo perfeito e nos esconde de maneira eficiente, para mostrar-nos a sua glória e proteção. Não há nada suficientemente capaz de nos atingir quando estamos seguros nele. Nem pandemia, ameaças, medos e crises. Venha se esconder nele e receber uma nova porção de seu amor, esperança e cuidado. (p. 11).

* Os textos são retirados do livro Esconderijo, sendo transcrito, aqui, somente um trecho do capítulo.

Rev. Messias Anacleto Rosa