Conteúdo e Mídia

Mensagens

Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus (Lucas 1.34-35).


Este Natal Secreto está nos revelando coisas valiosas a respeito de quando e onde Jesus nasceria. Profecias cumpridas. Agora veremos como foram alguns destes preciosos detalhes.

De uma virgem. Quando Jesus se fez gente, precisou vir de uma nova maneira. Não podia nascer em pecado. Para solucionar sua entrada na história, nasceu da concepção do Espírito Santo no ventre da virgem Maria. Nasceu como o primeiro homem sem o DNA de pecado. Nasceu na mesma condição do primeiro Adão, sem pecado, porém, diferentemente do primeiro, jamais pecou.

Com presentes. Magos do oriente trouxeram ao menino ouro, incenso e mirra. “Há no homem um buraco na forma de Deus”, disse o matemático Blaise Pascal no século XVII. Com outras palavras, o romancista russo Fiódor Dostoiévski declarou no século XIX: “Existe no homem um vazio do tamanho de Deus”. Ambas as expressões traduzem o coração destes sábios do oriente, chamados de magos, considerados por muitos como nobres cientistas, ou até como reis, que, por causa desse vazio, desse buraco, viajaram de tão longe em busca do Messias, do Cristo, do Ungido de Deus, trazendo presentes para que aquele que era o maior presente.

Numa manjedoura. Logo que o Mestre menino nasceu foi colocado numa manjedoura. Não havia leitos, camas, macas, berços e lençóis. Assim, percebemos que logo no início de sua vida, Deus oferece seu único Filho à humanidade em uma mesa para alimentos. Nasceu e foi colocado numa manjedoura, utilizada por animais como um comedouro, para que todos os que têm fome e sede se acheguem a essa mesa e sejam saciados pelo alimento eterno, Jesus. Quem dele se alimenta nunca mais terá fome e sede.

Como Jesus nasceu? Cumprindo com exatidão ditos proféticos anunciados séculos antes. Por meio de uma virgem, com presentes, colocado numa manjedoura. Simples! Um natal secreto e suficiente, capaz de religar a humanidade ao seu Criador. Toda glória a Jesus! Aleluia!


Camila e Daniel Zemuner
(Trechos extraídos e adaptados do livro Ministério Profético, páginas 111 e 112)

 

Igreja IPI