Pesquisar
Close this search box.

A generosidade nos faz lembrados por Deus

Compartilhe:

Pois Deus não é injusto; não se esquecerá de como trabalharam arduamente para ele e lhe demonstraram seu amor ao cuidar do povo santo, como ainda fazem. (Hebreus 6.10 – NVT)

O autor de Hebreus traz uma perspectiva renovadora sobre o compromisso com Jesus. Após algumas décadas de cristianismo, algumas pessoas estavam dando as costas para Cristo e para a igreja. Muitos passam por desilusões, dúvidas, crises nos relacionamentos e até esfriamento espiritual. Mas essa carta nos faz olhar para Jesus de maneira intensa e apaixonante para nos trazer maturidade e firmeza. Os que recebem a salvação e se entregam verdadeiramente a Cristo, o servem de maneira desprendida e dedicada, na convicção de que a generosidade do coração de quem crê jamais passará despercebida por Deus. Sabe por quê?

Deus não é injusto. Tudo que acontece nos céus e na terra está diante do poderoso e soberano Senhor. Todas as nossas obras estão diante dele, e, como um bom Pai, se alegra em ver nosso coração e acompanhar nossa jornada. Suas obras são perfeitas, e todos os seus caminhos são justos (Deuteronômio 32.4 – NVI), a ninguém oprime em sua justiça e retidão (Jó 37.23 – NVT), pois ama a justiça e a retidão (Salmos 33.5). Quando andamos em generosidade e justiça recebemos dele toda abundância e provisão. Os generosos podem esperar a manifestação da bondade do justo Deus.

Deus se lembra dos que trabalham arduamente. Confesso que, por vezes, diante de algumas circunstâncias tão adversas da vida espiritual, digo: “Pai, o Senhor está vendo!”Não na perspectiva de ser privilegiado, mas na convicção de que aqueles que trabalham arduamente no Senhor são por ele lembrados. Diante de momentos de dúvida e exaustão é preciso parar para reabastecer, realinhar o coração e o propósito, redefinir parâmetros e ajustar a passada, mas, em todo tempo, podemos ter a convicção de que ele se lembra dos que trabalham de maneira dedicada e generosa.

Deus se lembra dos que demonstram amor.A Igreja Primitiva contou com testemunhos de pessoas que dedicaram sua própria vida e recursos para cuidar dos primeiros cristãos. Muitos abriram mão de bens e propriedades para oferecerem uma vida digna para quem estava em carestia. Cuidar do povo santo é um grande privilégio e alegra o coração do Pai que quer o melhor para todos nós. É tempo de vivermos a maturidade de quem realmente está empenhado em fazer de sua vida uma história de amor e cuidado. Deus sempre se lembrará dos que assim viverem.

Por fim, o autor escreve: Nosso desejo é que vocês continuem a mostrar essa mesma dedicação até o fim […] assim […] seguirão o exemplo daqueles que, por causa de sua fé e perseverança, herdarão as promessas (Hebreus 6.11-12). Deus sempre foi justo e bondoso. Ele se esquece dos nossos pecados e atos de desobediência (Hebreus 10.17), mas sempre se lembrará dos que trabalharam e amaram generosamente. Assim, aguardamos, andando em Cristo, o cumprimento de suas abundantes promessas. Amém!

Pr. Daniel Zemuner Barbosa

Continue lendo

Mais Posts

Notícias
Comunicação IPILON

Promessas

No dia 8 de abril tivemos o culto de lançamento da campanha de jejum e oração, que tem como tema: Promessas. Foi um tempo especial

Leia Mais »
Blog
Comunicação IPILON

Promessas de justiça

Entregue o seu caminho ao Senhor, confie nele, e o mais ele fará. Fará com que a sua justiça sobressaia como a luz e que

Leia Mais »
Notícias
Comunicação IPILON

A geração de Dorcas

No domingo, 7 de abril, recebemos a Cia Nissi de teatro nos cultos do Espaço Esperança, com a peça “A geração de Dorcas”. A Companhia

Leia Mais »

Olá! Nós somos uma igreja em células.

Menu
Institucional
Missão Integral
Voluntariado

Login no Basis