Boletim
Online

Author picture

Esse é o nosso informativo online. Aqui você encontrará nosso editorial da semana, notícias e o Roteiro de Célula.

Tema: Veio a luz nas decisões

Série "Veio a Luz"

Compartilhe:

Editorial

Pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos (Atos 4.20).

Pedro e João estavam presos, recolhidos no cárcere em Jerusalém, levados diante das autoridades no Sinédrio e interrogados sobre as coisas que estavam fazendo. Eram os dias após o Pentecostes, muitas pessoas estavam se convertendo à fé cristã e a cidade estava em alvoroço. Não bastasse as pregações e conversões, Pedro e João, subindo em direção ao templo para a hora da oração encontraram à porta do templo chamada Formosa, um coxo de nascença pedindo esmolas. Ao olharem para o coxo, fitaram os seus olhos e Pedro disse: Não possuo nem prata e nem ouro, mas o que tenho isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda. Agora, aquele homem que há quarenta anos sofria com sua enfermidade, foi curado. Assim, as autoridades ressentidas por eles anunciarem a Jesus e falarem sobre a ressurreição dos mortos resolveram ameaçá-los para calar suas vozes: Chamando-os, ordenaram-lhes que de modo nenhum falassem nem ensinassem no nome de Jesus (Atos 4.18 – NAA).

Nesse momento, Pedro e João precisaram tomar decisões importantes:

A decisão sobre a quem obedecer. Uma escolha precisava ser feita, eles estavam diante das autoridades religiosas da época, tentando impedi-los de falar sobre Jesus. Tomaram a decisão certa: Mas Pedro e João responderam: julgai se é justo diante de Deus ouvir-vos antes a vós outros do que a Deus (Atos 4.19). Eles decidiram obedecer ao seu Senhor. Veio a luz sobre a consciência dos apóstolos.

A decisão sobre o que fazer. Sabendo que toda a autoridade procede de Deus e que sua vontade era que o nome de Cristo fosse conhecido, não relutaram em se posicionar: Pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos (Atos 4.20). Nada os impediria de prosseguir anunciando os feitos e a obra de Cristo. Veio a luz sobre as ações e as palavras dos apóstolos.

A decisão sobre o risco a correr. Toda decisão gera uma reação. Eles já haviam sido ameaçados, agora as ameaças são intensificadas (ameaçando-os mais ainda – Atos 9.21). João Batista havia sido morto, Jesus foi crucificado, eles estavam detidos e ameaçados, mas, decidiram correr o risco e pagar o preço por causa do povo, porque todos glorificavam a Deus pelo que acontecera (Atos 4.21b). Veio a luz sobre as emoções dos apóstolos.

Que a vida é feita de decisões, todos nós sabemos. Todos os dias as tomamos, desde a roupa que vamos vestir pela manhã, até que rumo daremos à nossa vida. Por isso, é tão importante que tenhamos uma direção clara, da parte de Deus, sobre cada uma delas, elas precisam estar iluminadas por Cristo. Que venha a luz sobre nossas decisões.

Pr. Pedro Leal Junior

Missão Integral

Projeto Siloé

Centros de Atendimento

O presidente do Projeto Siloé e líder dos Centros de Atendimentos, Gilson Batista, ficou bastante doente, o que acarretou uma diminuição importante nas atividades desse braço do Siloé. Nesse período conseguimos realizar 20 atendimentos e encaminhar 7 pessoas a comunidades terapêuticas. Também doamos um conversor digital para o Hospital Nereu Ramos, distribuímos 30 Bíblias, 2 auxílios moradia e 4 outros auxílios assistenciais.

Capelania Hospitalar

Em três meses nossa equipe fez 315 visitas aos pacientes e familiares, escutou-os, orou com eles e os assistiu em suas necessidades: doamos 291 peças de roupas, 31 kits de higiene, 12 pares de calçados e distribuímos 5 Bíblias, 9 Novos Testamentos e 12 literaturas.

Motivos de oração

Pela saúde de nossos missionários. Especialmente pela vida do Gilson, que ficou muito doente por conta de uma baixa expressiva de Vitamina B12, mas está se recuperando bem, e segue fazendo alguns exames.
Por novos voluntários para os C.As.
Pelos projetos para 2024.
Por oportunidade de colaborar para a reinserção de pessoas excluídas, na sociedade.

Nossa gratidão a Deus pela vida de cada pessoa e igreja que têm nos sustentado com seu amor, orações e ofertas. Que Deus lhes retribua.

Equipe do Projeto Siloé


INTERCESSÃO MUNDIAL

Jordânia

Comparado a outros países do Oriente Médio, a vida dos cristãos na Jordânia é segura e estável. A maioria deles pertence à Igreja Ortodoxa ou à Igreja Católica, que são reconhecidas pelo governo. O país é tolerante desde que todos mantenham a religião em que nasceram.

Em contrapartida, o cenário em que as igrejas não tradicionais, que perseveram em anunciar o evangelho, e os cristãos de origem muçulmana vivem é de perseguição. As comunidades cristãs são monitoradas e cristãos que deixaram o islamismo para seguir a Jesus são alvos de agressões físicas, presos e mortos quando revelam a nova fé. Eles também enfrentam dias de interrogatórios e tortura, sob pressão para denunciarem outros cristãos.

Os cristãos de origem muçulmana não podem se casar com cristãos, pois, perante a lei, continuam sendo considerados muçulmanos. A sharia (conjunto de leis islâmicas) também afirma que quando a esposa cristã se converte ao islã, o marido também precisa se converter para que o casamento continue legalizado, ou seja, casamentos interreligiosos são proibidos e anulados.

Todos que sejam suspeitos de ajudar ou encorajar um cristão de origem muçulmana podem ser ameaçados e enfrentar diversas complicações. Alguns extremistas islâmicos que voltaram das guerras na Síria e no Iraque moram na Jordânia e são outra grande ameaça para a comunidade cristã.

A pequena queda na pontuação da perseguição na Jordânia é resultado do menor número de incidentes violentos reportados. Por exemplo, não há registro recente de cristãos expulsos de casa ou que se tornaram deslocados, nem dentro, nem fora do país. Outros incidentes continuam sendo denunciados, como abuso físico, principalmente entre os cristãos de origem muçulmana.

Pedidos de oração

Peça a Deus que proteja aqueles que estão deixando o islã para seguir a Cristo.
Ore para que as autoridades na Jordânia saibam conter a ameaça dos extremistas islâmicos.
Interceda pelos cristãos para que tenham a fé respeitada e vivam com integridade.

Fonte: Missão Portas Abertas

Tome Nota!

Lixo no lixo – Na Tarde de Esperança do dia 19 de dezembro, teremos um momento especial de intercessão em que apresentaremos a Deus aquilo que consideramos lixo em nossa vida e que não queremos levar para o próximo ano. Desde já, você pode estar em oração pedindo discernimento do que precisa abrir mão em sua vida; se possível, anote em um papel e traga no dia do culto.

Musical de Natal – No dia 24 de dezembro, vamos ter nosso Musical de Natal, com o tema Veio a Luz. Serão duas sessões: 10h e 19h. Local: Espaço Esperança. Convide seus amigos, familiares, reúna sua célula. Vai ser um tempo de alegria e gratidão ao Senhor!

Cultos concentrados – Nos dias 24 e 31 de dezembro, nossos cultos serão concentrados no Espaço Esperança, às 10h e às 19h. Por isso, não teremos os cultos no Templo e no Espaço Palhano.

Sonhos – Na Tarde de Esperança do dia 26 de dezembro, teremos um momento especial de intercessão em que apresentaremos a Deus nossos sonhos para 2024. Busque a Deus, pergunte a ele quais projetos tem para sua vida. Anote em um papel e traga no dia do culto. Cremos que será um tempo do mover de Deus em nossa vida.

Para a sua Célula

Princípio

Princípio da Submissão

(Romanos 13.1-5; Efésios 5.21; Hebreus 13.17; 1 Pedro 2.13-17)

Submeto-me à liderança dos irmãos que exercem autoridade e cuidado sobre mim, reconhecendo que foram constituídos ministros de Deus para o meu bem.

 

Edificação na Célula

Texto Bíblico:

Atos 4.20

Interação:

Veio luz nas decisões. O ato de decidir faz parte da nossa vida. Ele está presente desde as coisas mais simples, até as mais impactantes, aptas a mudar o rumo da nossa história. Posicionar-se em Cristo, diante de ferrenha oposição, foi a melhor decisão que Pedro e João poderiam ter tomado. Em nome de Jesus, curaram o coxo na porta do Templo. Ameaçados, permaneceram firmes, convictos, inarredáveis: Pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos (Atos 4.20). Em comunhão com o Espírito de Deus, tiveram sua consciência, ações, palavras e emoções iluminadas. Vamos refletir em nossa célula a respeito de como buscar a luz de Cristo sobre todas as áreas da nossa vida, especialmente nas decisões. (Paulo Povedano)

Algumas perguntas para reflexão:

  1. Você tem dúvida a quem deve obedecer em suas decisões? Compartilhe uma experiência em que você não obedeceu à pessoa certa e quais foram as consequências.
  2. Quais os sinais que indicam que você está fazendo a coisa certa?
  3. Você tem medo de correr riscos? Compartilhe.

Crianças:

As crianças fazem parte da célula, por isso é importante mantê-las engajadas e participando da comunhão, de forma criativa.

Nesta semana, as crianças estudarão uma lição especial. Título: Jesus, o presente de Deus para nós. Versículo para decorar: Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna (João 3.16 – NTLH).

 

Continue lendo

Nossos Boletins

Olá! Nós somos uma igreja em células.

Menu
Institucional
Missão Integral
Voluntariado

Login no Basis