Pesquisar
Close this search box.

Só Jesus pode

Compartilhe:

Sim, eu sou a videira; vocês são os ramos. Quem permanece em mim, e eu nele, produz muito fruto. Pois, sem mim, vocês não podem fazer coisa alguma (João 15.5 – NVT).

A figura da videira em toda Bíblia é muito significativa. Representava tradicionalmente o povo de Deus, plantado e cuidado por ele em Israel. A figura de um lavrador cuidando do campo fazia com que os discípulos entendessem melhor a respeito do ensino de Jesus, tornando-o ainda mais didático e prático. No Antigo Testamento Deus é mencionado como Javé (YHWH). Essa expressão indizível revelou um Deus soberano e grande, capaz de dizer “Eu sou o que sou”, e não precisar dizer mais nada a seu respeito. Jesus, no Novo Testamento, por inúmeras vezes disse: “Eu sou” e, por meio dele, testificamos que a obra impossível de ser feita, é realizada, simplesmente porque só Jesus pode.

Só Jesus pode dar novos significados. Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador (João 15.1 – NVT). Se, no Antigo Testamento, Israel foi considerada a videira, agora Jesus afirma ser ele a verdadeira, para reconfigurar o passado e trazer novos significados. Em Isaías 5.1-17 lemos um lindo cântico sobre o vinhedo do Senhor, que, no entanto, produziu uvas amargas que desagradaram o agricultor. Foi assim com Israel e é assim conosco. Sem Jesus somos amargos e sem esperança. Entretanto, Jesus afirma com amor e acolhimento: Eu sou a videira verdadeira. Com isso, revela o que realmente somos, seus ramos, cuja vida e sabor vêm apenas dele. Que grande alegria! Jesus pode nos dar novos significados.

Só Jesus pode gerar frutos. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta. Todo ramo que dá fruto, ele poda, para que produza ainda mais (João 15.2 – NVT).Mesmo ligados a Jesus existem galhos que não dão frutos ou dão poucos frutos. O lavrador tem a liberdade, porque é dono do vinhedo, de cortar fora os que não frutificam e podar aqueles que têm potencial para mais frutos. Não se trata de negar a salvação, mas de submeter a mudanças radicais. Quem não produz extrai energia da videira para nada e precisa dar espaço. O lavrador é dono, Pai e todo amor. Assim, com a poda, o ramo se torna ainda mais forte, absorve as lições necessárias e gera frutos, pois aprende que só Jesus pode gerar frutos.

Só Jesus pode oferecer o que precisamos. Vocês já foram limpos pela mensagem que eu lhes dei. Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Pois, assim como um ramo não pode produzir fruto se não estiver na videira, vocês também não poderão produzir frutos a menos que permaneçam em mim (João 15.3-4 – NVT). O ensino se afunila e fica cada vez mais claro que todo nutriente necessário para frutificação está no simples e poderoso fato do ramo estar ligado à videira, ou seja, a videira é a nossa única e suficiente fonte, nela somos satisfeitos, porque só Jesus pode oferecer o que realmente precisamos.

Só Jesus pode dar muitos frutos. Sim, eu sou a videira; vocês são os ramos. Quem permanece em mim, e eu nele, produz muito fruto. Pois, sem mim, vocês não podem fazer coisa alguma (João 15.5 – NVT). Não fruto, corta. Pouco fruto, poda. Mas para produzir muito fruto, apenas a consciência de que ele deve permanecer em nós e nós nele, para que haja vida abundante em tudo. Um ramo ligado à videira dá fruto e mais frutos e um ramo consciente da urgência, entende que precisa buscar nutrientes de forma intencional, para gerar folhas verdes, galhos fortes e frutos em abundância. Muito fruto somente produz aquele galho que sabe que sem Jesus nada pode ser feito, porque só Jesus pode dar muitos frutos.

Não fruto, fruto, mais fruto ou muito fruto. Em qual estação estamos? O agricultor se interessa por nós, mas apenas Jesus pode dar novos significados e gerar frutos. A poda é o meio pelo qual frutificamos ainda mais e entendemos a necessidade de estarmos ainda mais conectados em Jesus. Permanecer nele e ele em nós é a única forma de frutificar, prosseguir e olhar para o futuro com muita esperança e vivermos além do que imaginamos. A ele a glória! Sempre e em qualquer estação.

Pr. Daniel Zemuner

Continue lendo

Mais Posts

Notícias
Comunicação IPILON

Promessas

No dia 8 de abril tivemos o culto de lançamento da campanha de jejum e oração, que tem como tema: Promessas. Foi um tempo especial

Leia Mais »
Blog
Comunicação IPILON

Promessas de justiça

Entregue o seu caminho ao Senhor, confie nele, e o mais ele fará. Fará com que a sua justiça sobressaia como a luz e que

Leia Mais »
Notícias
Comunicação IPILON

A geração de Dorcas

No domingo, 7 de abril, recebemos a Cia Nissi de teatro nos cultos do Espaço Esperança, com a peça “A geração de Dorcas”. A Companhia

Leia Mais »

Olá! Nós somos uma igreja em células.

Menu
Institucional
Missão Integral
Voluntariado

Login no Basis