Boletim
Online

Esse é o nosso informativo online. Aqui você encontrará nosso editorial da semana, notícias e o Roteiro de Célula.

Tema: #tamujunto no discipulado

Série "#tamojunto"

Compartilhe:

Editorial

E acrescentou: “Eu lhes digo a verdade: vocês verão o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem” (João 1.51 – NVT).

Logo no primeiro capítulo do Evangelho de João, o discípulo amado (João 13.23), lemos o relato no qual Jesus começa a chamar homens comuns para se tornarem seus discípulos. O versículo acima encerra o trecho do chamado de André, Pedro, Filipe e Natanael (João 1.35-51). Encontro simples, mas definitivo; poucas palavras, mas grandes transformações; olhares curiosos, mas corações atraídos. O desfecho desse chamado mostra o resultado do encontro com Jesus: “vocês verão o céu aberto”.

Jesus é o Cordeiro de Deus! Tudo começa com esta verdade. Jesus, reconhecido como Cordeiro de Deus, é a transição entre o Antigo e o Novo Testamento, a velha e a nova Aliança. Essa é uma realidade que apenas os discípulos conseguem perceber. João Batista, embora um proeminente profeta, afirmava não ser o Cristo (João 1.20), mas o caminho estava sendo preparado para a vinda do Senhor (João 1.23). Ao ver Jesus e afirmar ser ele o Messias esperado, dois de seus discípulos, imediatamente passaram a seguir Jesus (João 1.37), pois seus olhos foram abertos.

Jesus olha para nós! Ao reconhecerem Jesus, foram vistos pelo Mestre. Assim começa o discipulado, Jesus olhou em volta e viu que o seguiam. “O que vocês querem?” perguntou (João 1.38 – NVT). Jesus, embora soberano, interage com os discípulos perguntando acerca de suas necessidades e faz um simples convite: “Venham e vejam” (João 1.39 – NVT). Jesus os convida a passarem um tempo juntos, para que se conheçam, para que percebam, quem, de fato é o Mestre. Nesse encontro, André foi impactado, a tal ponto, que não pôde guardar a experiência somente para ele.

Nós olhamos para outras pessoas! André foi procurar seu irmão, Simão, e lhe disse: “Encontramos o Messias (isto é, o Cristo)”. Então André levou Simão para conhecer Jesus (João 1.41-42 – NVT). Dois pescadores vivenciando uma linda experiência com Jesus. Possivelmente, ali no barco, com sol escaldante, vivendo os desafios da pescaria, André sabia que Simão, seu irmão, também tinha necessidades, lacunas na alma, sabia que provocar um encontro entre o Messias e o seu irmão poderia ser a resposta para muitas perguntas. André teve seus olhos abertos e decidiu olhar ao redor, para que seu irmão Simão recebesse, também, a mesma alegria.

Outras pessoas olham para Jesus! A mesma experiência vivida por André, estava acontecendo agora com Simão. Jesus olhou para ele e viu nele uma rocha e declarou: “Você será chamado Cefas (isto é, Pedro)” (João 1.42 – NVT). O homem simples, o pescador discreto, tornou-se uma rocha ao encontrar-se com Jesus. O mais incrível é que ele foi levado pelo seu próprio irmão André. A experiência de um contagiou o outro, André encontrou o Messias, e Simão Pedro estava sendo chamado e preparado para liderar a Igreja Cristã em tempo oportuno.

Na sequência, o mesmo acontece com Filipe e Natanael e este modelo segue até hoje. O resultado? Vocês verão o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem. Aleluia!

Pr. Daniel Zemuner

Missão Integral

Água Pura

A associação Água Pura tem vivido dias de mudança, para a glória de Deus. Em meados de agosto deste ano, a diretoria da associação deliberou sobre a mudança no modelo da associação, tendo como principal foco a ampliação nos trabalhos ministeriais e na pregação do evangelho. O rompimento da parceria com a prefeitura, o ajuste do quadro de colaboradores e o fortalecimento do voluntariado foram algumas mudanças para adequação ao novo modelo.

No agora chamado de Espaço Água Pura, entre as principais atividades, estão sendo realizados encontros de célula, grupos de ajuda mútua e atendimentos individuais, já sonhando com o início dos cultos. A equipe especializada de colaboradores das áreas de psicologia e serviço social permite que continuemos atendendo e cuidando de adictos e familiares, crendo no poder transformador do Espírito Santo.

Sonhamos que o Espaço Água Pura será um lugar cheio de vida, proporcionando transformação integral do ser (corpo, alma e espírito). Somos gratos à IPI por todo apoio e pela união na visão, para que, juntos, cumpramos a missão que Deus nos deu: ser e fazer discípulos de Cristo!

João Pedro Martins, presidente da associação


INTERCESSÃO MUNDIAL

Nigéria

 Como é a perseguição aos cristãos na Nigéria?

Na região norte da Nigéria, os cristãos vivem sob a constante ameaça de ataques de grupos extremistas como Boko Haram, Estado Islâmico da Província da África Ocidental (ISWAP, sigla em inglês) e extremistas fulanis.

Embora todos os cidadãos estejam sujeitos a ameaças e violência, os cristãos são visados por causa da fé em Jesus. O ISWAP e o Boko Haram querem eliminar a presença cristã na Nigéria e os extremistas fulanis atacam apenas as aldeias cristãs.

Os cristãos do Norte vivem sob a sharia (conjunto de leis islâmicas) e são discriminados e tratados como cidadãos de segunda classe. Os cristãos ex-muçulmanos enfrentam rejeição da família, pressão e violência para renunciar à fé em Jesus.

Os cristãos continuam a ser atacados no Norte da Nigéria, aumentando a classificação do país. A violência continuou inalterada, fazendo da Nigéria um dos únicos lugares no mundo onde as restrições e os bloqueios de viagens durante a pandemia de COVID-19 não impediram os incidentes contra cristãos. Além disso, os seguidores de Jesus no território enfrentam pressão e discriminação diárias.

A insegurança também se espalhou para o Sul do país, pois os extremistas fulanis e outros grupos se estabeleceram nas florestas locais, dificultando o acesso de agricultores cristãos às próprias terras.

Pedidos de oração da Nigéria

-Interceda para que o presidente Buhari e os governadores estaduais trabalhem com diligência e transparência na busca por soluções para o agravamento da crise de segurança no Norte da Nigéria.
-Ore por cura e esperança. Peça que o Senhor continue a fortalecer os cristãos para serem testemunhas do amor e cuidado de Deus.
-Clame para que o trabalho da Missão Portas Abertas no país dê frutos. Que o Senhor proteja e dê sabedoria aos parceiros que precisam viajar e correm risco de ataques e sequestros.

Fonte: Missão Portas Abertas

Tome Nota!

Curso Vida Nova – De 24 a 27 de outubro teremos o Curso Vida Nova, destinado a quem deseja ser membro da Igreja. Serão quatro aulas, de segunda a quinta, das 20h às 21h30, pelo Zoom. Inscrições até 21 de outubro. Inscreva-se aqui.

Campanha para o Lar Maria Tereza Vieira – Outubro é o mês do idoso e o Lar Maria Tereza Vieira está realizando uma campanha para arrecadação de fraldas geriátricas, leite longa vida, bolachas e biscoitos. Se você deseja colaborar com a campanha pode entregar a sua doação no Espaço Esperança.

 Cia Jeová Nissi no amp – No dia 22 de outubro, sábado, estará em nossa Igreja, a Cia de teatro Jeová Nissi. Horário: 19h. Traga um pacote de fralda geriátrica para abençoarmos os idosos do Lar Maria Tereza.

Para a sua Célula

Princípio

Princípio da Confiabilidade (Salmos 34.13; 141.3; Provérbios 11.9,13; 15.4; 18.21; Tiago 1.26; 3.4-5) Prometo manter em segredo o que for compartilhado em nosso encontro, para que haja um ambiente de confiança mútua.

Edificação na Célula

Texto Bíblico:

João 1.51

Interação:

#tamojunto no discipulado é o tema desta semana. Discipulado diz respeito àquele que é discípulo, segue os passos, se espelha, caminha junto. Na Bíblia, o significado vai além. Expressa relacionamento entre irmãos, cujo objetivo é alcançar a estatura do Mestre, rabi, Jesus. Por isso estamos juntos no discipulado. Jesus é o Cordeiro de Deus e olha para nós. A partir daí, não nos contemos e olhamos para outros, levando-os a olhar para Cristo. Assim se estabelece preciosa rede: ser e fazer discípulos. Compartilhe com sua célula estratégias de como ir e fazer discípulos de Jesus em todas as nações (Mateus 28.19a).

Paulo Povedano

Algumas perguntas para reflexão:

  1. O que você entende por discipulado? Qual é o maior exemplo de discipulado na Bíblia?
  2. Você foi e/ou está sendo discipulado? Está discipulando alguém neste momento?
  3. Relembre uma experiência relevante que você experimentou envolvendo o discipulado.

Crianças:

As crianças fazem parte da célula, por isso é importante mantê-las engajadas e participando da comunhão, de forma criativa.

“Criação e ação” – Nesta semana as crianças estudarão a lição 16 do Material de Tema Único. Título: Há quanto tempo! Princípio: Deus quer a união entre os irmãos. Versículo para decorar: Para mim, ver o seu rosto é como ver o rosto de Deus (Gênesis 33.10c – NTLH).

Continue lendo

Nossos Boletins

Olá! Nós somos uma igreja em células.

Menu
Institucional
Missão Integral
Voluntariado

Login no Basis