#tamojunto no serviço

Compartilhe:

E, então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara (Mateus 9.37-38).

Continuamos conversando sobre a expressão #tamojunto. Ela já pegou em nosso meio e está virando uma marca entre nós. Se há uma área onde devemos estar juntos é no serviço. Recebemos de Deus o privilégio e a responsabilidade de nos envolvermos na sua missão, por isso, precisamos ter a consciência de que todos nós somos chamados para servir.

As palavras de Jesus acima são dirigidas para seus discípulos e nela temos algumas constatações do porque precisamos estar juntos no serviço:

A dimensão do trabalho. Jesus verifica pessoalmente que há muito trabalho a ser feito. Ele vinha de percorrer as cidades e povoados, ensinando, pregando e curando. Seus olhos viram as multidões e delas se compadeceu, pois estavam aflitas e exaustas como ovelhas sem cuidado. O próprio Jesus afirma que a seara, na verdade, é grande. Esse cenário não mudou, ainda há um enorme desafio diante de nós, perto e longe vemos multidões que continuam aflitas e exaustas precisando de cuidado.  Há um grande trabalho a ser realizado, os campos são maiores que nossa capacidade de trabalhar, por isso precisamos ser uma igreja que diga e viva #tamojunto no serviço.

A escassez de trabalhadores. Ao mesmo tempo que Jesus identificou a grande necessidade e seu coração se encheu de compaixão pelas pessoas sem cuidado, ele viu que os trabalhadores são poucos.  Já eram poucos na sua época e continuam ainda hoje. Temos muitas pessoas que, pela graça de Deus, se achegam à igreja, frequentam e se tornam membros, mas o engajamento efetivo no trabalho (seara) não ocorre na mesma proporção. Precisamos de pessoas que ouçam o chamado de Deus para evangelizar, discipular e cuidar de outras pessoas. Temos desafios enormes em tantas áreas que necessitam de trabalhadores. Podemos crescer neste engajamento para sermos, de fato, uma igreja que diga e viva #tamojunto no serviço.

A necessidade de oração. Diante da percepção da dimensão do trabalho e da escassez de trabalhadores, Jesus nos dá uma orientação direta e precisa. É incrível que ele nos direcione para orarmos ao Pai para que envie trabalhadores para a sua seara. Que lindo! A seara (o trabalho) é de Deus Pai e é ele mesmo quem pode e quem irá enviar trabalhadores para sua seara. Agora, não é justo nós orarmos para que Deus envie trabalhadores sem que nós nos coloquemos como resposta a essa oração. Somos os intercessores e, ao mesmo tempo, a resposta da intercessão, para sermos uma igreja que diga e viva #tamojunto no serviço.

Em um texto paralelo e correlato, Jesus fala também aos seus discípulos: … erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a ceifa (João 4.35b). Assim como Jesus fez nas cidades observando a multidão, ele orienta os discípulos para erguerem os olhos em direção aos campos (seara). Vamos juntos? Sim, vamos erguer os olhos, vamos orar por trabalhadores e servir com alegria na seara do Senhor, para podermos dizer e viver #tamojunto no serviço.

Pr. Pedro Leal Junior

Continue lendo

Mais Posts

Blog
Comunicação IPILON

#tamojunto na pureza

Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração, que

Leia Mais »
Notícias
Comunicação IPILON

Espaço Água Pura

Culto marca o início do nova formato de atuação. Sobre as mudanças A associação Água Pura tem vivido dias de mudança, para a glória de

Leia Mais »

Olá! Nós somos uma igreja em células.

Menu
Institucional
Missão Integral
Voluntariado

Login no Basis